Renováveis bateram 10 recordes de produção no Nordeste no mês de julho

Teste os nossos serviços agora

Entre em contato com um de nossos representantes e entenda como iremos potencializar seus negócios.


As usinas renováveis bateram 10 recordes de produção de energia elétrica limpa no Nordeste no mês de julho. A informação foi mostrada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ao todo, foram oito recordes com a fonte eólica como principal e dois recordes de geração solar fotovoltaica.

De acordo com a entidade, o mais importante deles aconteceu em 22 julho, momento em que, pela primeira vez, a força dos ventos abasteceu 102% da demanda nordestina durante 24 horas. No dia, foram produzidos 11.399 MW médios de energia eólica.

A energia vinda dos ventos também bateu recordes de geração instantânea. No dia 12 de julho, aconteceram três resultados inéditos, um referente à geração média, chegando a 10.873 MW médios, e dois de geração instantânea, alcançando 11.715 MW, às 09h28, e 12.717 MW, às 21h38. Este último, na categoria instantânea, fabricou energia suficiente para suprir 105.1% da demanda regional.

A geração média de energia eólica foi ultrapassada, mais uma vez, no dia 21 de julho, momento em que foi percebida a marca de 11.095 MW médios, sendo ultrapassada no dia 22 de julho, com 11.399 MW médios.

Além disso, sobre a fonte solar, o operador percebeu, no dia 30 de julho, novo recorde de geração fotovoltaica, com 682 MW médios, correspondendo a 5,8% da demanda regional. No dia 19 de julho, por sua vez, às 12h14, a geração solar instantânea chegou ao pico de 2.211 MW, quantidade suficiente para suprir 20% da demanda do subsistema no momento.

Segundo dados do ONS, a energia eólica, atualmente, representa 10,9% da matriz elétrica do País. Espera-se que atinja 13,6% até o fim de 2025. A energia solar, por sua vez, representa 2% da matriz. Espera-se atingir, até o fim do ano, 2,9%.

Fonte: Portal Solar

Compartilhe esse artigo em suas redes:

Nos acompanhe nas redes sociais

Parceiros

De: Coletivo Lift Para: Mundo

Copyright © 2021. All rights reserved.