Amazônia Que Eu Quero: projetos com energia solar e eólica podem ajudar comunidades no Amapá

Teste os nossos serviços agora

Entre em contato com um de nossos representantes e entenda como iremos potencializar seus negócios.

No laboratório de energias renováveis do curso de engenharia elétrica da Universidade Federal do Amapá (Unifap) vem sendo desenvolvido projetos com potencial de utilidade a comunidades ribeirinhas com dificuldade de acesso à eletricidade.

Um deles é a batedeira de açaí com uso de energia solar com base em um sistema de acoplamento direto, onde não se usa baterias. Com as placas solares instaladas é possível se absorver a luz dos sol e gerar energia elétrica pelo efeito fotovoltaico.

Além da batedeira de açaí, os pesquisadores ainda apresentaram um ralador de mandioca, utilizado por comunidades do município de Itaubal, a 100 quilômetros de Macapá, para fabricação de farinha.

Ainda há um projeto de sistema de captação de água gerido com energia solar. A máquina capta até 20 metros cúbicos de água por dia, o que significa cerca de 20 mil litros de água, segundo o professor e doutor em energia, Alan Ubaiara.

                                     Leia agora mesmo ” Os momentos mais marcantes de 2021″.

“Esse sistema foi instalado no município de Itaubal em 2010 e funciona até hoje. Agregado a esse sistema, que é de acoplamento direto, nós introduzimos um protótipo de um ralador de mandioca. Então ele bombeia água e produz farinha. Tudo com energia solar”, detalhou.

As pesquisas também ocorrem com uso de energia eólica para se obter energia elétrica e biogás, com aproveitamento de materiais orgânicos e dejetos humanos ou de animais.

FONTE: G1

Compartilhe esse artigo em suas redes:

Nos acompanhe nas redes sociais

Parceiros

De: Coletivo Lift Para: Mundo

Copyright © 2021. All rights reserved.