China crescerá em energia renovável para equilibrar segurança energética

Teste os nossos serviços agora

Entre em contato com um de nossos representantes e entenda como iremos potencializar seus negócios.

A China pretende aumentar a geração de energia renovável, manter a produção de petróleo e expandir a produção de gás natural, à medida que busca equilibrar a segurança energética e alcançar suas metas de mudança climática.

A China, o maior emissor de gases de efeito estufa do mundo, disse que sua emissão de carbono atingiria o pico em 2030, e que tem a meta de alcançar a neutralidade de carbono até 2060.

“Aceleraremos o ajuste da estrutura energética e promoveremos ao mesmo tempo a segurança do fornecimento de energia e a transformação para baixo carbono”, disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em comunicado hoje.

A China manterá a produção anual de petróleo em 200 milhões de toneladas, o equivalente a 4 milhões de barris por dia, e aumentará a produção anual de gás natural para mais de 230 bilhões de metros cúbicos (bcm) até 2025, ante 205 bcm em 2021.

Pequim também deve incentivar o desenvolvimento de etanol, biodiesel e biocombustível de aviação, desde que não afete a segurança alimentar, disse.

A China pretende fazer com que os combustíveis não fósseis representem cerca de um quinto do consumo total de energia até 2025, acima dos 16% em 2020, e controlar o uso de carvão na indústria pesada, incluindo aço, química e cimento.

Cerca de 30 gigawatts (GW) de capacidade de energia a carvão seriam eliminados durante 2021-2025, enquanto a capacidade hidrelétrica aumentaria para 380 GW e a capacidade nuclear, para 70 GW até 2025.

A China planeja instalar pelo menos 62 GW de capacidade hidrelétrica bombeada.

Também visa transformar mais de 200 GW de usinas a carvão em instalações que serão usadas para estabilizar a operação da rede à medida que o uso de energia renovável intermitente aumenta.

Fonte: Forbes

Compartilhe esse artigo em suas redes:

Nos acompanhe nas redes sociais

Parceiros

De: Coletivo Lift Para: Mundo

Copyright © 2021. All rights reserved.